Fé da Igreja

A alegria do amor: misericórdia e integração para todas as famílias

A alegria do amor: misericórdia e integração para todas as famílias

“A alegria do amor” (Amoris Laetitia) é o título da Exortação Apostólica pós-sinodal que o Papa Francisco assinou em 19 de março passado, Solenidade de São José, e que foi apresentada nesta sexta-feira, 8 de abril, no Vaticano. A Exortação tem nove capítulos e a oração final à Santa Família. O documento reúne os resultados dos dois Sínodos sobre a família convocados pelo Papa Francisco em 2014 e 2015.  “À luz da Palavra” No primeiro capítulo, o Papa indica a Palavra de Deus como uma “companheira de viagem para as famílias que estão em crise ou imersas em alguma tribulação, […]

Leia mais

A Igreja como um Sacramento na Lumen Gentium – Craig Kinneberg

A Igreja como um Sacramento na Lumen Gentium - Craig Kinneberg

O Concílio Vaticano II, na sua Constituição Dogmática Lumen Gentium, afirma que «a Igreja, em Cristo, é como que o sacramento, ou sinal, e o instrumento da íntima união com Deus e da unidade de todo o género humano»[1]. Reconhecendo a importância de aprofundar na sua própria identidade, a Igreja, na sua tentativa de retornar às bases ou fundamentos da compreensão do que a Igreja seria exatamente, partindo de uma visão fundamentada sobre a Sagrada Escritura e Padres da Igreja. Desta maneira, a Igreja podia enriquecer profundamente o conhecimento que tinha de si mesma através dessa perspectiva. O Sentido de ‘Sacramento’ […]

Leia mais

Maria, Mãe da misericórdia (por Gilberto Cunha)

Maria, Mãe da misericórdia (por Gilberto Cunha)

Uma característica que particularmente toca o nosso interior, dada a nossa condição de pecadores e de necessitados do auxílio de Deus, é a misericórdia, que em Maria ecoa com muita intensidade, como a força de uma cascata, que penetra até os corações mais duros. Maria é como rezamos, a mãe da misericórdia. Mas para entendermos como toda a vida de Maria proclama a misericórdia, devemos primeiro penetrar no coração do Pai, rico em misericórdia, pois Maria é como a lua que reflete os raios do sol de justiça, que segundo a tradição da Sagrada Escritura é o próprio Deus. Vemos […]

Leia mais

Reflexões sobre o cântico de Maria, o Magnificat (Pe. Andrés E. Machado)

Reflexões sobre o cântico de Maria, o Magnificat (Pe. Andrés E. Machado)

Nos quatro Evangelhos da Santa Bíblia, não são realmente muitos os momentos em que Nossa Senhora aparece como protagonista. São poucas as palavras de Maria que o Espírito Santo, o inspirador dos textos sagrados, quis deixar registradas. Agora bem, todos os momentos em que Ela, a Mãe de Jesus e nossa, aparece, são essenciais e importantíssimos. E cada palavra registrada tem um valor incalculável. Considerando, então, que Maria sempre teve um papel silencioso, mas fundamental na vida de Jesus e na obra da Salvação toda, chama especialmente a atenção que Deus tenha querido que um cântico maravilhoso, longo, pronunciado pela […]

Leia mais

Maria, Mãe da esperança (por Diogo Fernando P. da Silveira)

Maria, Mãe da esperança (por Diogo Fernando P. da Silveira)

Jesus, o Filho querido de Maria, foi brutalmente crucificado. Junto a Ele “permaneciam de pé sua mãe, a irmã de sua mãe, Maria, mulher de Clopas e Maria Madalena[1]”. Quão grande será o sofrimento de uma mãe ao ver seu filho morrer dessa maneira? E mais ainda de uma mãe como Maria? Ela, apesar de sentir toda a dor do seu Filho, permanece firme, de pé, sustentada pela pequena chama da fé que está no seu coração. Fé que traz esperança. A Maria que vive a Paixão de Jesus é a mesma Mulher sábia que viveu o momento da anunciação […]

Leia mais

A Imaculada Conceição de Maria (por Gilberto Cunha)

A Imaculada Conceição de Maria (por Gilberto Cunha)

Em nosso movimento, o Movimento de Vida Cristã, a advocação que temos piedade, a Nossa Senhora da Reconciliação, evoca o mistério da Imaculada Conceição de Maria. Nós, brasileiros, também somos devotos de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. Por sua intercessão temos obtido inúmeros milagres. A imagem da Mãe Aparecida que foi encontrada no Rio Paraíba e a qual temos tanta devoção é a da  Imaculada Conceição, que representa uma verdade de fé que gostaria de aprofundar agora. Essa verdade de fé (dogma) foi proclamada no dia 8 de dezembro de 1854 pelo Papa Pio IX na Bula Ineffabilis Deus e […]

Leia mais

A Virgindade Perpétua de Maria: verdade de fé (por Gilberto Cunha)

A Virgindade Perpétua de Maria: verdade de fé (por Gilberto Cunha)

“Por isso, o próprio Senhor vos dará um sinal: uma virgem conceberá e dará à luz um filho, e o chamará Deus Conosco” Is 7,14 Essa profecia de Isaías, cheia de esperança, além de anunciar a vinda de nosso Salvador, que reconciliaria toda a humanidade com Deus, possui um detalhe que gostaria de aprofundar nessa catequese: Cristo nasceu de uma virgem. Essa virgem sabemos desde a nossa fé que se trata da Virgem Maria, nossa querida Mãe. Como estamos esse ano na Novena e Festa da Padroeira aprofundando no coração de Nossa Senhora Aparecida, proponho refletirmos sobre um propósito que […]

Leia mais

Maria é Mãe de Deus, é nossa Mãe (por Gilberto Cunha)

Maria é Mãe de Deus, é nossa Mãe (por Gilberto Cunha)

Hoje gostaria de falar sobre uma verdade de fé sobre Maria muito importante para mim e para todos os católicos: Maria é Mãe de Deus. Essa verdade de fé, que nós católicos chamamos de dogma, sobre a maternidade divina de Maria foi a primeira a ser declarada. Foi proclamada solenemente no Concílio de Éfeso no ano 431. Como todo dogma, foi apenas a explicitação de algo que os cristãos já acreditavam desde a antiguidade. Uma das mais antigas orações marianas, do século III, já invocava a Maria, como Mãe de Deus (Theotokos) com as seguintes palavras: “Sob teu amparo nos […]

Leia mais

Quarto mandamento: Honrar Pai e Mãe (por Polyana Gonzaga)

Quarto mandamento: Honrar Pai e Mãe (por Polyana Gonzaga)

“Honra teu pai e tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o Senhor, teu Deus, te dá” (EX 20,12) A grande e honrosa tarefa que Deus reservou para os pais é a de gerar e educar os filhos.  E estes devem a seus pais respeito, gratidão, amor filial e justa obediência. É isto que nos pede o quarto mandamento da Lei de Deus: ‘Honrar pai e mãe’. O Catecismo da Igreja nos ensina que Deus quis, depois dele mesmo, que honrássemos nossos pais, a quem devemos a vida e que nos transmitiram o conhecimento de […]

Leia mais

Terceiro Mandamento: Guardar Domingos e Festas (por Polyana Gonzaga)

No terceiro mandamento, que lembra a santidade do sábado, Deus nos pede que a cada semana possamos dedicar a Ele um dia para o bem e para o descanso. Deus abençoou o dia do sábado porque se faz memória ao seu repouso no sétimo dia da criação, bem como da libertação de Israel da escravidão do Egito e da Aliança que Deus sancionou com o seu povo. Jesus reconhece a santidade do sábado: ‘O sábado foi feito para o homem, e não o homem para o sábado’ (Mc 2,27).

Leia mais
Página 1 de 3123